domingo, 9 de agosto de 2009

A indiferença!


Passou o dia dos pais... passamos esse vídeo na igreja... achei muito forte!
Muitos pais e filhos estão dessa maneira na sociedade. Percebeu a indeferença do filho em relação ao seu pai? Sem paciência, sem amor, sem atenção... parece que esse dia é DIA DE VISITAR O PAI... e ele ali apenas obedecendo uma obrigação. A indeferença é uma raiva escondida (camuflada). E o pai pede alguns instantes e pega um livro dizendo que o filho já tinha passado pelo tempo da curiosidade, onde pergunta de tudo, mas o pai quis mostrar ao filho o amor dele não muda.
Na sociedade vemos isso, os pais longe dos filhos, os filhos longe dos pais, sem respeito, sem carinho, sem união, sem compaixão. Raras famílias são maduras ao ponto de almocar junto aos domingos, terem diálogo durante a semana. O filhos querem ouvir e serem vistos. Os pais a mesma coisa.
Neste domingo falamos que precisamos muito resolver nossas questões emocionais do passado com o nosso pai biológico para que possamos compreender o pai celestial. Como amar a Deus, ter um relacionamento saudável com Deus se o nosso pai que nos criou nunca me te falou que te ama? Queridos... com certeza o seu pai sempre deu o melhor? Mas nós nunca temos a sensiblidade de perceber isso e queremos sempre mais, nunca é ou foi sucificiente. Quer um segredo? Resolva seu "problema" com seu pai e verás um desencadear emocional, um peso saindo das costas... libere perdão se for preciso ou peça perdão, mas RESOLVA!
Desafio a você crescer em Deus... está precisando de respostas?
Jr. 33:3 é um dica
Um bj no coração

2 comentários:

  1. Sou eu Bpa Gisela. Nem sei o que pensar. Meus filhos fazem tantas perguntas e nem sempre tenho paciência para responder. Não sei todas as respostas. Se soubesse seria assistente de Deus direta e não sua serva e filha! Meu pai querido qu estás no céu,feliz dia dos pais. O Senhor é único no universo. Quero ser como Senhor quando crescer. Te amo! te adoro! Tu és meu universo!,

    ResponderExcluir
  2. Eu assisti no culto do dia dos pais e achei muito forte, realmente. Creio que muitas pessoas, inclusive eu, refletiram um pouco mais no lidar com os nossos pais e depois, quando chegaram em casa, deram um beijo, um abraço e depois disseram "eu te amo pai".

    ResponderExcluir