segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Deus não nos chamou para nos abondonar no meio do deserto

Todo bom cristão já passou momentos de terror na fé. Quem não passou está em tempo ainda. Não estou desejando o pior para ninguém, mas é que na vida teremos aflições e foi Jesus quem disse isso. Ele também complementou sua fala com: Tende bom ânimo!
Acontece que por alguma razão patológica de "pato na fé" temos uma esperança imatura de que absolutamente nada dará errado conosco, mas somente na casa do vizinho chato.
Só que Deus faz chover na horta dos justos e dos injustos. Fazer o quê? Vai invocar com o Todo poderoso? O sofrimento é democrático, basta estar vivo em algum lugar.

Passar por tribulações e repare que está escrito no plural é natural. Sofrer é natural!
O que não é normal, então?
Anormal é perder a fé. É acreditar que Deus nos odeia.

"e murmurastes nas vossas tendas e dissestes: O Senhor nos odeia, por isso tirou-nos da terra do Egito para nos entregar nas mãos dos amorreus, a fim de nos destruir." Deuterônomio 1:27

Acreditar que Deus quer o nosso mal é doentio!
Deus não te chamou para o fracasso total e para te desesperar nas circunstâncias.

Se você é cristão saiba que "viver pela fé" não é um jargão evangélico bonito de recitar para quem estiver sofrendo ao seu redor.
Viver pela fé é manter-se firme quando tudo estiver tremendo na própria vida.
Quando somos fiéis a Deus e aos seus princípios não estamos fazendo um favor a Ele, mas sim a nós mesmos.

-O que me impede de acreditar com convicção que Deus quer me dar "O melhor da terra"?

Respondo por mim:
  • Pensamentos ruins e destrutivos seguidos de sentimentos iguais alimentados diariamente com "viagens do mal na maionese."

P.S Próxima postagem continuo. Enquanto isso participe com sua opinião. Obrigada!

2 comentários:

  1. Ola Bispa,
    As duas mensagens acima,são bem reflexivas,pois vão de encontro com o nosso dia a dia.
    Creio nestas duas verdades:
    -Que Deus não nos chamou para destruirmos em meio às circunstancias!!!!e
    -Muito menos para nos abandonar no deserto.
    As circunstancias,e o deserto,é o lugar que devemos ouvir a voz de Deus.Quando digo ouvir é ouvir,o que difere de escutar.Escutar é muito raso pode sair pelo outro lado,ou,melhor nem entrar.Ouvir atinge um nivel mais profundo,vai até a nossa alma.Quem tem ouvidos,ouça.
    Por isso a maioria dos desertos que passamos,queremos votar para o Egito.
    Este lugar a Alma tem que se calar,não só para ouvir,mas para Obedecer e fazer a Vontade do Espirito Santo.
    Jesus esta a direita do Pai porque a minha comida e bebida é fazer a vontade do meu ABA!!!
    E outra coisa muito importante,ele sabia quem ele era em DEUS(EU SOU).
    Obrigada pela oportunidade dessas trocas de conhecimento,entendimento da palavra de Deus,pois tenho certeza que vem do céu,e nos ensina a receber revelação do Pai do Céu.Bjs amo vcs


    e
    ,

    ResponderExcluir
  2. Pois é bispa,
    Costumo dizer que fracasso não significa que Deus te abandonou,significa ele quer te dar algo diferente,melhor,grandioso.E pra mim,todos os relacionamentos de sucesso,todas as carreiras de sucesso,requerem uma certa dose de fracasso.
    Deus abençoe.
    Beijos
    Fran(SNT Augusta)

    ResponderExcluir