sexta-feira, 12 de março de 2010

O socorro virá!

Vontade arrebentando no peito
Lágrimas choradas por dentro
O grito engolido vivo
Abraço estendido ao vento
A voz enfraquecida se cala
Uma visão ardida nos olhos
A esperança contida nos sonhos
É a expressão de muitos medos
Então,
O clamor toca nas vestes
A sabedoria ereta ergue sua voz
As águas borbulham da fonte
O colírio é derramado
O manto está salpicado
O trono da graça estremece
O socorro vem chegando nas asas do vento
É o cavalo branco com seu cavaleiro

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. A chama que arde em nossos corações jamais se apagará!!!! Linda poesia, profunda significação!!!!

    ResponderExcluir