domingo, 30 de maio de 2010

Perca a sua vida!

Quando penso em ser cristã com autenticidade, presto atenção ao meu coração, pois dele é que procedem as saídas para a vida, mas também as confusões nas quais nos metemos por falta de entendimento correto ou humildade.

Não vale a pena ser cristão sem noção. O bonito do cristianismo é o Cristo. Ser como Ele. Pensar como Ele. Sentir como Ele. Falar como Ele. Viver como Ele. Agir como Ele. Nem em seus piores dias posso imaginar Jesus fazendo feio.

É claro que a nossa humanidade precisa ser respeitadamente colocada na cruz. Não existe outro lugar mais apropriado. Se eu quero ser valorizada como pessoa preciso entender que a vida começa com a minha morte na morte de Jesus. A autêntica vida cristã começa com sangue e sacrifício. Morte e cruz.

Quem não quiser gastar a sua preciosa vida, perdê-la-á, mas aquele que se dispuser a perder a sua vida achá-la-á.

Mateus 10:39

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Não quero...

Não quero o meu nome em uma avenida, ser uma praça com banquinhos em um bairro, um museu, uma ponte, um ginásio, um busto na universidade, um quadro de parede, um pôster em quarto de adolescente, uma figurinha de álbum ou sair direto do túnel do tempo.
Não quero me demorar na memória de ninguém e não desejo um lugar só para mim. Receber plaquinha de prata também não é o meu caso.

O “tudo” que preciso é ter meu nome no livro da vida. Andar de vestes brancas. Estar convidada para as bodas do cordeiro. Ouvir Jesus dizer: Vinde benditos do meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Porque tive fome, e me destes de comer; era forasteiro, e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; enfermo, e me visitastes; preso, e fostes ver-me.

Mateus 25:34

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Lázaro Fedia

Existem situações em nossas vidas que provocam o afastamento das pessoas da gente. Muito provavelmente por não saberem o que dizer ou como se comportarem em situações extremas. A verdade é que quando a coisa é feia, realmente feia, poucos se aventuram a ficar por perto e enfrentar a dor junto com você. É normal!

Marta e Maria foram duas irmãs, amigas de Jesus, que passaram por uma situação de muita dor e angústia quando seu irmão Lázaro, também amigo Dele, morreu. Elas, na época, mandaram avisar ao mestre que a situação estava difícil, que Lázaro estava mal, mas mesmo assim, Ele, Jesus, demorou em ir ter com eles.

Deus, muitas vezes, demora para chegar lá em casa (é assim que pensamos ou sentimos em determinadas ocasiões).

Lázaro já fedia, quando Jesus chegou para vê-lo. Estava morto e enterrado há quatro dias. Não tinha mais o que fazer, aparentemente. Suas irmãs que antes buscavam socorro, agora não queriam abrir o túmulo.

Quando você “morre e fede”, me perdoem a expressão forte, as pessoas querem manter a distância, pois não sabem como lidar com a situação. Só Jesus pode entrar onde você está e dar uma ordem de vida, ninguém mais. Só Ele é incapaz de rejeitar o homem quando este está arrasado em suas “mortes”. Chamamos de amor incondicional a esta tamanha capacidade de demonstração de fé.

Jesus chorou. Comoveu-se. Orou. Agradeceu. Agiu.

-Lázaro, vem para fora!

(Evangelho de João 11:38-43)

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Atitude e Coragem

Abrir os olhas de manhã para viver o dia que está proposto requer muita atitude positiva, pois a coisa nem sempre é fácil. Tudo está sempre acontecendo ao mesmo tempo. Pelo menos, pessoalmente sinto que é assim. A rotina é uma roda que está rodando faz hora e não dá para impedir o dia a dia. Ele segue mesmo quando a gente não está afim.

A nossa atitude pelas "manhãs da vida" é que faz diferença no dia a dia. Ás vezes, fico indisposta para pensar ou sentir "espiritualmente correto", mas então digo a mim mesma que ignorar o bem a ser feito não compensa. Temos que ir contra a nossa natureza caída e buscar as coisas que são lá de cima. Nada receberemos se do céu não nos for dado.

Fechar os olhos e dormir em paz a noite que nos está proposta requer integridade e consciência tranquila.

Coragem é vencer a indisposição insistente batendo à nossa porta. É vencer o mal com o bem.

Levante-se!

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Basta de inflacionar a felicidade!

“O difícil nunca foi fácil”
(Esta frase foi dita por um senhor do meio futebolístico)
Rsrsrsrsrsr...

A infância, supostamente, seria o período mais fácil e alienado da nossa vida, mas sabemos que nem todas as crianças têm vivido este direito. Infelizmente!

Não temos explicações que bastem para nos convencer que a vida é mesmo assim, isto é, tão pesada para muitos e tão leve e divertida para poucos, a não serem aquelas desgastadas dos comunistas, aliás, são eles que gostam da pobreza. O pobre mesmo gosta de luxo. A classe média nem se fala.

Na verdade o sofrimento é democrático. Bate na porta do rico e dos remediados. Só que na porta do rico o mordomo é quem atende. Ele afoga suas tristezas no malte escocês, no SPA, na Dior e semelhantes. Os simples mortais tomam água com açúcar e vão dormir, pois precisam trabalhar no dia seguinte, pegar ônibus e metrô.

A vida não é fácil para ninguém, mas é pior para muitos. O fato é que neste mundo que jaz no maligno, a justiça além de cega é corrupta. Se dependermos das circunstâncias ideais para sermos felizes...vai ficar difícil.

Não estou amarga com a vida, mas apenas indignada com tanta frescura que eu mesmo exijo de mim para ser feliz. Hoje nós estabelecemos um padrão de felicidade tão “hitech” que praticamente inviabilizamos o projeto. Basta de inflacionar a felicidade!

Quais são as tuas exigências para a felicidade?

Às vezes, penso que só o fato de estar vivo e com saúde já é uma afronta para quem está doente e terminal.
Na verdade é muito bom ser saudável. É divertido comer pipoca no cinema. Jogar bola no parque. Usar roupa emprestada para ir ao casamento do primo. Comprar carro usado “zerinho”. Festa de um aninho do filho. Comer brigadeiro na colher com os amigos. Tomar tereré e chimarrão na rodinha. Beijar seu marido ou esposa na boca como se fossem ainda apenas namorados. Dar gargalhada do tropeção do amigo. Assistir na televisão homem aranha pela milionésima vez com os filhos. Dividir a conta do restaurante irmamente. Almoçar na casa da mãe, nem que seja a dele. Ir à Igreja e adorar a Deus. Ter direito a vida eterna. Pregar o evangelho. Ajudar ao próximo. Ler um livro esparramado no sofá. Estudar. Comer pizza...

A lista é grande de pequenas felicidades que se deixarmos nos farão felizes.
Não permita que esta frase alcance você "Eu era feliz e não sabia".
Seja feliz já!

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Sobre o perdão

Nunca quis!

Nunca quis te magoar, mas magoei.
Nunca quis te ofender, mas ofendi.
Nunca quis te chatear, mas chateei.
Nunca quis te agredir, mas agredi.
“Nunca quis, mas fiz!”

Seja lá o que fiz ou deixei de fazer.
Seja lá o que pensei ou deixei de pensar.
Seja lá o que senti ou deixei de sentir.
Seja lá o que falei ou deixei de falar.

Seja lá o que seja lá,
Por favor, deixa pra lá!

O perdão é Divino.
Nunca quis te perdoar, mas perdoei.
Perdoe-me também!
Em nome de Jesus,
Amém.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Deus não é ingênuo!

Quando olho para o tempo que já passou vejo a graça de Deus e sua misericórdia. Com certeza recebi muitos livramentos em todas as minhas histórias. Já vivi momentos de grandes desafios e sei que muitos ainda virão, mas em tudo tenho experimentado da bondade de Deus e de sua provisão sobrenatural. Nunca estive só.

Ser cristão é de uma beleza ímpar. Amar a Deus é sem religião. Não faço parte de uma torcida organizada e nem tão pouco de um clube elitizado. Não sou deste mundo. Minha pátria é celestial. Sou cidadã do reino de Deus. Faço parte da raça eleita.

Existe uma nova raça sem racismo. Uma tribo que inclui os esquecidos e os excluídos deste mundo. As gentes que têm fome e sede de justiça são bem vindas nesta nação santa. O caminho é perfeito e para andar nele tem que se arrepender de coração.

Seguir a Jesus Cristo não pode ser uma coisa comercial. Não venha para Ele se for somente para se dar bem, pois a sua bondade não o torna ingênuo. Ele conhece o coração do homem. É possível amar a Deus pelo que Ele é e não somente pelo que pode oferecer.

Creio de toda a minha alma que se formos honestos em nos achegarmos a Ele, que seremos atendidos e o impossível Ele fará.

“Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao Senhor, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar.” Isaías 55:6-7

sábado, 8 de maio de 2010

O que é ser mãe?

Mãe não é sogra.
Mãe não é ingênua.
Mãe não é santa.
Mãe não é perfeita.
Mãe não é duas.
Mãe não é parente.
Mãe não é avó.
Mãe não é fraca.
Mãe não é cega.
Mãe não é fácil.
Mãe não é traidora.
Mãe não é egoísta.
Mãe não é temida.
Mãe não é igual.
Mãe não é ovelhinha.
Mãe não é pai.

Mãe é uma só.
Mãe é gente.
Mãe é mulher.
Mãe é educadora.
Mãe é facilitadora.
Mãe é guerreira.
Mãe é poderosa.
Mãe é difícil.
Mãe é sedutora.
Mãe é manipuladora, mas nega de pés juntos.
Mãe é pecadora.
Mãe é protetora.
Mãe é altruísta.
Mãe é exagerada.
Mãe é dramática.
Mãe é fantástica.
Mãe é possessiva.
Mãe é diferente.
Mãe é leoa.
Mãe é mãe!

Ame a sua mãe!

quinta-feira, 6 de maio de 2010

O que for velho não servirá

Tem gente que tem mania de guardar coisas velhas em casa.
Revistas, embalagens, eletrodomésticos sem uso, caixas, papéis de presente, jornais, brinquedos estragados, fios, roupas que não cabem mais ou fora de moda e uma infinidade de trecos surreais.

Por quê?

No fundo creio que é uma questão de medo de vir a precisar e não ter mais. É como se o fato de guardar as coisas desse segurança num caso de emergência. Penso que a pessoa que não consegue jogar fora o velho ou passar adiante o que não precisa mais, na verdade é uma escrava do seu passado.

Deus nos chama para viver em novidade de vida. Ser uma nova criatura. Andar por um novo e vivo caminho. Virar a página!
Imagine-se lendo o mesmo jornal. Usando a mesma roupa. Fazendo todas as coisas sempre da mesma maneira. Preso no tempo e no espaço literalmente. Acordando no mesmo dia.

Li recentemente o depoimento de uma pessoa famosa que já morreu no qual ela chorando confessa a um amigo sua infelicidade por estar condenada a viver em uma sociedade luxuosa todos os seus dias no mesmo ir e vir de um conto de fadas que não existem. Ela disse:
- Eu sei aonde estarei todos os dias da minha vida.

Freud não sei se explica, mas eu arrisco a afirmar que quem guarda trecos sem utilidade tem uma profunda dificuldade em perdoar e seguir com a vida. É um colecionador emocional de ossos!

"Comereis o velho da colheita anterior e, para dar lugar ao novo, tirareis fora o velho." Levíticos 26:10

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Mãe,presente de Deus

Mãe,presente de Deus

Envie por email essa homenagem para sua mãe. Ela vai gostar.

terça-feira, 4 de maio de 2010

segunda-feira, 3 de maio de 2010

domingo, 2 de maio de 2010

Hitler foi muito bom em ser mau

"Para ser muito mau você tem que ser muito bom, pois do contrário não conseguirá enganar seus seguidores."


Cheguei a esta conclusão acima, depois de assistir o filme sobre a vida de Hitler. Realmente ele soube ganhar um espaço ideológico nos corações e promover a "solução final", isto é, o extermínio de seis milhões de judeus e outros tantos de ciganos, doentes, homossexuais e políticos, dentro de uma guerra mundial provocada por ele mesmo.

É impressionante ver como ele foi excelente em ser mau. Sua liderança era calcada em um discurso enérgico de justiça para o seu povo. Ele falava o que as pessoas, cansadas do descaso social em que viviam, queriam ouvir. As intenções de Hitler eram boas para o povo o qual ele se devotava. Ele era paradoxalmente "muito bom".

O povo alemão apoiou este "anti-Cristo", pois ele oferecia uma solução. As pessoas querem ser atendidas e perdem a capacidade objetiva de criticar eticamente os meios com os quais seus objetivos serão alcançados. Os fins justificam os meios para o povo que está em uma situação de penúria.

Hitler foi muito bom para poder ter sido muito mau!

Infelizmente esta história ainda não acabou. Na verdade ainda se repetirá em uma extensão maior e universal. O verdadeiro anti-Cristo fará um movimento de paz e justiça que enganará até mesmo os judeus e se possível fosse enganaria até os "escolhidos". A humanidade pensa que aprendeu com Hitler, mas na verdade ele será "fichinha" e amador perto daquele que em breve surgirá como a solução para o mundo. O nosso consolo é que ambos têm e terão o mesmo fim, isto é, perecerão e já pereceram diante do nosso Deus, o Todo-Poderoso.

"O diabo, o sedutor deles, foi lançado para dentro do lago de fogo e enxofre, onde já se encontram não só a besta como também o falso profeta; e serão atormentados de dia e de noite, pelos séculos dos séculos." Apocalipse 20:10

O Bem vence o mal!