segunda-feira, 10 de maio de 2010

Deus não é ingênuo!

Quando olho para o tempo que já passou vejo a graça de Deus e sua misericórdia. Com certeza recebi muitos livramentos em todas as minhas histórias. Já vivi momentos de grandes desafios e sei que muitos ainda virão, mas em tudo tenho experimentado da bondade de Deus e de sua provisão sobrenatural. Nunca estive só.

Ser cristão é de uma beleza ímpar. Amar a Deus é sem religião. Não faço parte de uma torcida organizada e nem tão pouco de um clube elitizado. Não sou deste mundo. Minha pátria é celestial. Sou cidadã do reino de Deus. Faço parte da raça eleita.

Existe uma nova raça sem racismo. Uma tribo que inclui os esquecidos e os excluídos deste mundo. As gentes que têm fome e sede de justiça são bem vindas nesta nação santa. O caminho é perfeito e para andar nele tem que se arrepender de coração.

Seguir a Jesus Cristo não pode ser uma coisa comercial. Não venha para Ele se for somente para se dar bem, pois a sua bondade não o torna ingênuo. Ele conhece o coração do homem. É possível amar a Deus pelo que Ele é e não somente pelo que pode oferecer.

Creio de toda a minha alma que se formos honestos em nos achegarmos a Ele, que seremos atendidos e o impossível Ele fará.

“Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao Senhor, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar.” Isaías 55:6-7

Nenhum comentário:

Postar um comentário