quinta-feira, 23 de setembro de 2010

A celeuma!

A celeuma política que cobre como um manto os candidatos a presidência do Brasil nestas próximas eleições está no ar e entra por dutos nas denominações religiosas. É inevitável sentir o perfume desagradável desta controvérsia.

-Estamos no mundo! Confiar em quem?

A realidade é uma só, mas nós cristãos queremos o “milênio” da ursa pastando com o carneirinho, aqui e agora, em 2011. Não vai dar!

-O que pode ser feito, então?

Esperar em Deus o que virá de Deus. Esperar das nossas ações políticas o que elas podem nos dar. Nós podemos dentro do nosso contexto atual provocar como os nossos votos uma maior representatividade dos valores cristãos em todo o cenário político brasileiro. Não é muito, mas é o viável.

“Uma andorinha sozinha não faz o verão!”
“Um presidente cristão com apoio de um partido anticristão para que propósito serve?”

Precisamos de muitas andorinhas com um partido de andorinhas e um presidente andorinha!
Hoje, não temos esta realidade. Primeiro temos que convencer as andorinhas que juntas podemos fazer um lindo verão. Isso é possível!

O cristão tem o pensamento mágico de uma fé que não estava em Jesus.

A nossa revolução é através da pregação do evangelho, mas se queremos entrar na política precisamos entender que na vida existe o “Daí a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”.

Jesus Cristo nunca mexeu um dedo na terra para desbancar os poderosos do seu tempo. Aos religiosos chamou-os de sepulcros caiados e raça de víboras, parafraseando seu primo João Batista. Aliás, o conselho de João foi: Quem tiver duas túnicas, reparta com quem não tem; e quem tiver comida, faça o mesmo. Aos publicanos disse: Não cobreis mais do que o estipulado. Aos soldados disse: A ninguém maltrateis, não deis denúncia falsa e contentai-vos com o vosso soldo. Evangelho de Lucas 3:10-14

Consigo entender que construir um país digno é uma missão humana, mas construir o Reino de Deus dentro dos seus cidadãos é uma missão Divina para nós cristãos. Creio que no fim de tudo o que realmente terá valido a pena é ter implantado o Reino de Deus dentro das pessoas no mundo.
A questão é: Será possível juntar estas missões em uma só? Sou cética quanto a ela, mas mesmo assim não ficarei de braços cruzados, pois sei que esta resposta não existe de forma absoluta, mas relativa.
Temo em informar o que está escrito na Bíblia: O anticristo será um político com um programa de governo fantástico com o qual promoverá a paz política e social no mundo, mas eu, caso esteja viva e também se fosse você, não votaria nele jamais.

3 comentários:

  1. Meu voto é secreto!Sou a favor de um candidato cristão que não esteja profanado com ideais anticristãos.Só isso! Sou a favor de ser cristão em qualquer situação, mas não me iludo com candidatos cristãos presos a partidos com programas anticristãos. Releia o texto!Bacana é nunca levar para o lado pessoal quando a gente não gosta do nosso contrário.
    Bpa Gisela

    ResponderExcluir
  2. Oi bispa.
    Incrível como a política mexe com a virilidade das pessoas.Mas,quando o assunto é polêmico,como este,as pessoas se atraem,opinam,colocam toda sua força intelectual,todo seu vocabulário.Enfim,partido e candidato à parte,não adianta ficarmos inconformados com esse cenário,e agora,vamos fazer o quê com o resultado que está se formando,ficar apontando??Não gente,vamos nos preparar para influenciar os menos privilegiados de informação necessária para se posicionar corretamente,conscientemente e mudar a história debaixo dessa potestade que domina o nosso Brasil chamada: ignorância(falta de saber).Bjs.
    Fran.

    ResponderExcluir
  3. Os comentários contrários aos meus textos sempre serão respeitados, mas penso que é preciso mais polidez.Usar este espaço para colocar para fora raivas e ódios antigos que fogem do assunto em questão nos meus textos é desnecessário e covarde, pois criticar anonimamente é um conforto vil.
    Este espaço não é um lugar de recados políticos para líderes religiosos e muito menos para o Bispo Rodovalho. Sendo assim, peço aos senhores sem rosto e sem nome que enviem suas mágoas para as pessoas certas e indentifiquem-se em seus emails. É honroso e digno.

    Jesus morreu, mas se revelou!

    Meu blog é público, mas é um espaço que administro e sendo assim, está encerrada a questão!

    ResponderExcluir