quarta-feira, 15 de setembro de 2010

VOCÊ É RESILIENTE?

"Não perder a "força de querer" é a origem da nossa resiliência na vida. "

Conversando com uma terapeuta muito inteligente e que admiro muito, ouvi depois de algumas sessões, que era uma pessoa resiliente. Sem delongas fui logo perguntando o que era ser aquilo? A resposta vem da Física. É uma característica mecânica que define a resistência aos choques de materiais.

-Quantos choques já levamos, nesta vida, breve e dolorosa, às vezes?

Quando chegamos à fase adulta estamos meio que "possuídos" por traumas diversos. Precisamos de um verdadeiro exorcismo na alma. Chegamos em frangalhos na Igreja, nos psiquiatras, nos psicólogos, nos pastores e nos amigos de verdade. O que mais nós precisamos é de abrirmos os corações... Falar, falar, falar e contar a verdade como ela nos parece ser. Nossas versões dos acontecidos que nos prejudicaram lá no íntimo do nosso ser, devem ser ditas para alguém confiável em um ambiente amigável.

-Você tem essa pessoa na sua vida?

Sabe, não interessa quem tem razão. O importante é vencer a dor. Estar certo e coberto de razões não resolve os problemas, não trazem a felicidade e a paz buscada.

-O que é melhor, ser feliz ou manter a razão de ter sido prejudicado injustamente?

Aprendi que virar uma página que pesa uma tonelada é difícil, mas totalmente possível com a ajuda externa terapêutica. Receber o encorajamento necessário é, muitas vezes, uma questão de vida ou depressão. Para o cristão, a ação do Espírito Santo é a primeira coisa a ser recebida, pois é ele quem nos guia, inclusive para a terapia. Aceitar que está doendo insuportavelmente uma questão existencial faz bem para a nossa capacidade de viver uma vida saudável.

-Você quer seguir a diante em boas condições emocionais?

Eu quero! Eu sou resiliente! Mas não posso sozinha!Sempre existirão momentos que precisaremos receber força e suporte. Acredite: É impossível ser feliz sozinho!(O poeta tinha razão, nesta fala).

-Tudo ficará sem sentido se perdermos nossa capacidade de "querer na vida". Resista aos "choques de materiais", seja bravo e humildemente resiliente! Você é mais importante que as injustiças que acontecem. A resiliência começa com a capacidade de "querer na vida" o perdão, para si e para os de mais que foram de menos para você.

3 comentários:

  1. Obrigado por essa palavra, bispa. Conto somente para Jesus todas as frustrações que passo na vida, e confio firmemente que Ele me dará uma solução. Procuro contar com as pessoas para compartilhar alegrias, pois nem sempre na hora da dor temos realmente com quem contar.
    Genilda Silva

    ResponderExcluir
  2. BPA ,SENTI UM LAVAR DE ALMA...SEU ARTIGO ESTÁ ÓTIMO .CONCORDO 100%.bjs

    ResponderExcluir
  3. Esse texto me remete à uma pregação maravilhosa! E, eu quero ouvir! Muito bom!!!!!
    bjs no coração
    Joana

    ResponderExcluir