terça-feira, 19 de outubro de 2010

Criticar deveria ser como um dinossauro já extinto!

Criticar e ter um estilo de vida crítico é uma forma de se fazer perceber. Ninguém esquece uma "dura" recebida, cheia de desprezo, muito rápido. Hoje, sei que falar a verdade em amor, tem que amar, mesmo. Há quem ganhe a vida como "vigia da vida alheia". Realmente existem pessoas com as quais fui sem misericórdia no falar e creia-me, paguei caro por isso, pois a colheita chegou quando menos esperei. A vida é assim...

Mas aprendi e creio que estou sempre aprendendo. "Melhor terminar bem do que ter somente um bom começo." O negócio é não cristalizar a capacidade de se arrepender do mal feito. Bom é ser livre para reconhecer os próprios erros e valorizar os acertos. Sempre digo a mim mesma, pois tenho certeza que me ouço...-Não pense nos teus anos de convertida à Deus...Lembre-se que enquanto se vive, existe a possibilidade de se escolher o mal.

Elogiar as pessoas deveria ser um vírus contagioso!

Precisamos reaprender a falar bem da vida, principalmente da vida alheia. Repare que nestas eleições que chegam ao fim, pois tudo tem que terminar um dia, graças a Deus, que as batalhas pelos votos foram difamatórias. Até hoje recebo mensagens, que não leio de forma nenhuma, que se propõem a revelar o quanto são maus os candidatos dos outros. Existe um sistema do inferno, pois é a especialidade do diabo condenar, que descobre o que um "candidato" fez quando ele sonhou à noite quando ainda era adolescente. É uma barbaridade!

Criticar dolosamente deveria ser como um dinossauro já extinto!

"Irmãos, não faleis mal uns dos outros...Há só um legislador e juiz, aquele que pode salvar e destruir. Tu, porém, quem és, que julgas ao próximo?" Tiago 4:11-12

Nenhum comentário:

Postar um comentário