terça-feira, 26 de outubro de 2010

Porque a humanidade existe, by Deus?

Deus não é narcisista, mas quer ser adorado.


“Toda pessoa nasce para fazer uma mudança no mundo.” (Daniel Juan – meu filho de oito anos)

Quase passei mal de tanto orgulho quando o menino entrou no meio da minha conversa teológica respondendo por mim o sentido da existência humana.

- Porque a humanidade existe, by Deus?

Deus é o arquiteto do universo e seu construtor. Se nós pensamos e criamos coisas é porque esta nossa capacidade foi recebida Dele. Somos feituras sua. Criados a sua imagem e semelhança. Tudo que somos como pessoa significa que Ele é primeiro, exceto um pecador.

Quando um artista cria uma obra, sua esperança e desejo é que esta feitura sua seja admirada e compartilhada com todos. Toda obra de arte ao estar exposta recebe elogios para si mesma, mesmo que não saiba disso, visto não estar viva, mas apenas expressando a vida de seu criador. Admirei de perto a escultura Pietà do Vaticano, esculpida em Mármore por Michelangelo em 1499. Ele fez uma mudança no mundo com sua arte!

Fiquei impressionada com a sua beleza. Admirei Michelangelo em sua genialidade, generosidade e nobreza por presentear a humanidade com a representação da Maria recebendo em seus braços a Jesus. Exatamente neste meu momento estava, por assim dizer, “adorando o criador” daquela escultura, ainda que eu adore somente a Deus. Sempre estamos ouvindo ou dizendo: “Adorei tal coisa!”

A Humanidade foi criada para adorar a Deus! Quem não adorar ao verdadeiro Deus, irá fatalmente adorar outros deuses. Tais como: dinheiro, sexo, uma pessoa, um hobby, o poder, o prazer, a si mesmo e, etc.

“Pela fé, entendemos que foi o universo formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não aparecem.” Hebreus 11:3

Deus criou a humanidade dentro do universo em eternidade para receber sua gratidão, louvor, honra e adoração. Simplesmente nós poderíamos ter sido apenas uma vontade passageira de Deus, mas Ele amou sua criação e viu que tudo era bom e que o ser humano em especial era muito bom! Tão bom, que nos deu sua vida ao soprar seu fôlego em nossas almas. (Gênesis 2:7)

A Pietà de Michelangelo poderia ter sido descartada e não criada, mas não foi! Graças ao seu criador.

Jesus quando se fez homem mostrou o nosso valor como criação de Deus. “Deus se fez homem. Deus não se fez um macaco!” O propósito da nossa existência é viver eternamente com Deus em sua casa, em sua cidade santa. Eternamente existiremos ocupados com muitas das suas criações, pois Deus não se aposentou. Ele descansou ao sétimo dia, mas foi só isso!

Porque aguardava a cidade que tem fundamentos, da qual Deus é o arquiteto e construtor.” (Hebreus 11:10)


“Vi também a cidade santa, a Nova Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus...” (Apocalipse 21:2)


Abraão, o pai da fé, aguardou como peregrino nesta terra, a cidade santa “Nova Jerusalém”. Esta Jerusalém de hoje na qual as terras são disputadas com sangue inocente sendo derramado é apenas um referencial do que está por vir. Exceto nas mortes e injustiças nela cometidas.

O incrível de tudo isso é que Deus nos admira, ama, elogia, salva, perdoa, cura, chama, atende, ouve, relaciona, cuida, protege, livra do mal, nos dá e deu seu filho único para que todo aquele nele crê não pereça, mas receba a vida eterna. (João 3:16)

Jesus Cristo, sendo homem, mudou o mundo e sendo Deus, o criou!

Nós podemos fazer mudanças no mundo para glória de Deus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário