quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Para onde teus olhos estão olhando?

Alguém tirou esta foto maravilhosa e imediatamente senti-me impelida a escrever sobre o assunto. Esta imagem é uma questão!

-O que você pensa enquanto admira esta imagem real do nosso mundo visível, ainda que nos céus?

Eu penso no Criador. Deus é brilhante, inteligente, maravilhoso, surpreendente e tem um senso de estética ímpar e incomparável. 

-Qual pintor poderia conceber da sua própria mente este instante breve da vida, visto apenas por poucos, no exato momento da sua aparição na natureza, com o intuito de glorificar ao Todo Poderoso, Senhor de toda vida?

A natureza em todas as suas exuberantes manifestações na terra é uma demonstração da grandeza de Deus, o Criador de tudo que existe, seja no visível ou invisível. Nunca mais esta mesma cena com a mesma força se apresentará novamente à nós. Deus não se repete! Tudo é sempre novo!

Creio que Deus deseja nos revelar através da sua criação, o seu eterno poder e o seu imenso amor por nós, pois o mundo foi criado para nós. Tamanha generosidade tem sido ignorada, criticada, duvidada e blasfemada. Nós, pessoas, estamos acostumados com as maravilhas deste universo contingente. Nossos olhos já não se assombram com a vida em seu fulgor e fluir. Estamos apreciando mais o que se pode comprar e levar para dentro de casa ou usar no corpo. Ocupados de mais para olhar as nuvens!

Deus criou um mundo habitável. Nós criamos coisas usáveis. Deus nos deu a eternidade. Nós estamos escolhendo a brevidade. Deus fez a vida. Nós usamos o mal. Deus deu seu filho, Jesus Cristo. Nós damos as costas a verdade. Meu coração chora neste momento por dentro!
- Deus me perdoa por nossa insensibilidade!

"Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até quantos os transpassaram. E todas as tribos da terra se lamentarão sobre Ele. Certamente amém!
Eu sou o Alfa e o Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, que era, e que há de vir, o Todo Poderoso."
Apocalipse 1: 7-8

Nenhum comentário:

Postar um comentário