domingo, 27 de fevereiro de 2011

Igreja não é shoping!

"Tendo Jesus entrado no templo, expulsou todos os que ali vendiam e compravam; também derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas.
E disse-lhes: Está escrito:
A minha casa será chamada casa de oração;
vós porém, a transformais em covil de salteadores."
Mateus 21:12-13

A cena acima, se fosse hoje, poderia ser descrita da seguinte maneira, em minha imaginação:

"Jesus entrou no imenso salão da Igreja, fechou as lojinhas abertas, expulsou os vendedores e consumidores; também fechou e retirou os stands dos cambistas, promoters e as cadeiras dos que vendiam coisas diversas.
E disse-lhes: Está escrito:
A Igreja, minha casa, será chamada casa de oração, mas vocês transformaram isso aqui em um shoping de corruptos!"

É impressionante como a mente humana, a nossa, está condicionada ao lucro financeiro. O consumismo é uma casta que só sai com jejum e oração! Não podemos unir o sagrado ao profano, sem ofender diretamente a Deus. Dar um jeitinho é tentar ir contra o que está escrito.
Não há sabedoria, nem inteligência, nem mesmo conselho contra o Senhor." Provérbios 21:30

A linha que separa o certo, do moralmente errado, é Tênue. Penso que devemos retornar à sobriedade, com relação as questões, dos nossos costumes evangélicos. Quais são os nossos costumes e quais as práticas comerciais dentro das Igrejas? "Dentro das Igrejas" não quer dizer, necessariamente, dentro, mesmo, do salão, no sentido literal de se estar dentro do espaço físico, no qual a Igreja se reune. Mas, sim, um "dentro", cultural e espiritual da nossa prática de fé cristã.

A fé em Jesus e a sua casa de oração é um dom e um espaço de virtudes divinas, respectivamente.

As multidões a seguirem à Jesus precisam da salvação de suas almas, arrependimento e perdão de seus pecados, transformação de suas vidas, cura para as feridas, libertação de seus maus hábitos, de esperança e amor. Elas precisam encontrar tudo isso na Igreja, em nós, cristãos.

Entendo que Jesus fez o azorrague derribando tudo e expulsando todos os que estavam comercializando, as coisas do reino de Deus, justamente para definir a importância de se ter uma integridade, ilibada, para apresentar ao mundo, a sua casa.

O que o mundo vê quando olha para a Igreja?

Pregar o evangelho, hoje, não pode ter a tônica comercial. Não podemos vender bênçãos e promessas divinas. Não podemos construir armadilhas para os perdidos com nossas palavras e atitudes. Não podemos acenar para os perdidos com as coisas materiais. "Casas, carros, super empregos e prosperidades diversas."

A Igreja de Cristo precisa ser a exata expressão DEle. Quem é Jesus? Jesus é a exata expressão de Deus Pai. 

Igreja não é shoping!

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Cair em si!

"E logo cantou o galo pela segunda vez. Então, Pedro se lembrou da palavra que Jesus lhe dissera: Antes que duas vezes cante o galo, tu me negarás três vezes. E caindo em si, desatou a chorar." Marcos 14:72

Convido você a imaginar estas últimas horas de Jesus com seus discípulos. Foi um drama! Não foi fácil para ninguém manter o equilíbrio mental e emocional, aliás, todos fugiram! Jesus enfrentou os religiosos furiosos e invejosos sozinho. Ele ouviu sua sumária sentença de crucificação, absolutamente, sem defesa! Quando a multidão insana e burra gritava: Crucifica-o! Não havia um  olhar amigo por perto.

O próprio Senhor Jesus sabendo o padecimento que enfrentaria, pois estava escrito que assim seria, rogou ao Pai, se pudesse, que passasse dele aquele cálice, mas que, no entanto, se fizesse a sua vontade e não a Dele mesmo. Viver um drama anunciado e profetizado não foi fácil nem mesmo para o Mestre. Sofrer não é fácil!

Jesus não nasceu para sofrer, mas para se tornar o Cristo, salvador da humanidade. Nesta missão estava escrito que Ele sofreria, morreria, mas que ressuscitaria em glória. Assim foi e é!

Agora, Pedro amava Jesus de verdade, mas o medo de sofrer um destino terrível nas mãos dos religiosos foi estressante e apavorante. Foi maior que a sua capacidade emocional e espiritual, do momento, de resistir firme na sua fé. Antes dele viver o drama de ter que escolher entre a sua própria vida e negar a Jesus, Pedro havia dito, em um rompante de coragem, ele era dado à rompantes, que jamais o abandonaria e que se preciso fosse morreria junto. Quando disse isso, não estava mentindo, mas apenas desconhecia sua natureza humana caída.

Muitos de nós, já dissemos coisas, usando o tal "Jamais" de Pedro, e, no fim, acabamos fazendo pior e mais feio. Quem ainda não viveu esta terrível experiência, de se ver miserável, em sua humanidade, ainda não sabe o que é ser perdoado de verdade, por Deus. Ainda não sabe o que é se arrepender.

O arrependimento que nos torna uma nova criatura é aquele no qual nos arrependemos de 'ser errado' e não apenas de 'fazer o errado'. 

"Cair em si", dentro deste contexto dramático abordado, é mais que uma expressão! É sentir dor por ser errado na essência da sua própria existência. "Cair em si", também nos leva para a verdade que liberta.
Jesus libertou Pedro da mentira com a qual ele se enganava. Experiências limites nos levam para mais perto de Deus, se assim o quisermos e quebrantarmos nosso coração.

- Bom é desatar a chorar ao cairmos em si!

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Os demônios obedecem à Deus imediatamente, e nós?

Fé, uma porta que está aberta!

Imagine a fé como uma porta que precisa ser aberta por você. O que estará lá dentro? O que você espera encontrar atrás dela?
 - Abra a porta! (Pode deixar que alguém já fez este trabalho!)

"Ali chegados, reunida a Igreja, relataram quantas coisas fizera Deus com eles e como abrira aos gentios a porta da fé."Atos 14:27

Na verdade esta porta está aberta há mais de dois mil anos. Jesus abriu esta porta. Ele é a porta que se abriu para nos levar à Deus!

"Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá e achará pastagem." Jo 10:9

-Como podemos entender a fé? De que forma ela pode ser notada, já que se trata de um conceito. Se a fé explica-se conceitualmente, como poderemos vê-la em ação? Como Jesus via, no sentido de saber, a fé nas pessoas?

"Por causa da multidão, descobriram o eirado no ponto correspondente ao em que ele estava e, fazendo uma abertura, baixaram o leito em que jazia o doente. Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: Filho, os teus pecados estão perdoados." Marcos 2:4-5

As nossas atitudes e as nossas escolhas íntimas precisam estar unidas, se quisermos um milagre pela fé. Mas infelizmente, muitas vezes, falta obediência a Palavra de Deus e a vida emperra. Nós agimos aparentemente com fé, mas intimamente nossos pecados precisam ser perdoados antes de qualquer coisa. Jesus perdoou o paralítico e depois o curou!

Uma coisa tem chamado a minha atenção, nestes últimos dias. Lendo os evangelhos percebi que as forças da natureza obedeciam a Jesus. As forças das trevas obedeciam a Jesus. As enfermidades obedeciam a Jesus, mas os homens religiosos reagiam à Jesus. Porém, muitos criam em forma de obediência e eram curados.

Entendo que podemos ver a fé de uma pessoa pela sua capacidade de obedecer a Palavra de Deus. Jesus ensinava com autoridade e as forças do universo natural e espiritual lhes obedeciam, porque Ele era e foi obediente até a morte de cruz. "Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?" Marcos 4:41

- Será que demônios obedecem imediatamente à Deus e os seus filhos não?
- Será que uma bactéria ou um vento que nem se pode ver, obedecem imediatamente à Deus e, os homens, feitos a sua imagem e semelhança, não?
- Como a humanidade chegou a este ponto?
- Em que ponto estamos nós?

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Bono U2 Fala para 70000 Pastores Parte 2

Bono U2 Fala da Graça de Deus em Cristo Parte 1

Deus não tem clientes!

 "A casa de Deus não é um estabelecimento comercial, clube, circo, teatro, palanque, banco, prédio feito por mãos humanas, empresa e Ele não tem clientes!"

A casa de Deus somos todos os que cremos e professamos o nome de Jesus como Senhor e salvador. Na sua casa Ele ensina a sua Palavra. Esta Palavra é escrita nos corações humanos e não tem um compromisso em agradá-los em seus desejos carnais, mas sim de ensiná-los agradar à Ele, Deus, em seus desejos espirituais eternos de vida para nos beneficiar. As promessas divinas não são frases de biscoitos da sorte! A bíblia é a verdade sobre a existência humana e a sua lâmpada de vida. Deus fala conosco através da história das pessoas e do seu povo que viveram e testemunharam fatos sobrenaturais do mundo espiritual dentro de um contexto de intervenção do céu na terra. A Bíblia relata a história real do Deus Vivo, o Verbo, se tornando carne, isto é, homem. Deus se fez homem! Jesus é o filho do Homem! Deus alterou a natureza anterior do seu filho amado. Hoje, Jesus é o primogênito de muitos irmãos! Seu corpo é glorificado e como Ele é, seremos nós, os que cremos. Tomé, um de seus 12 discípulos, pôde colocar o dedo no buraco feito pelos cravos da cruz, nas suas mãos! Jesus é o último Adão! Os filhos de Deus são uma nova raça! Hoje, Deus nos fala em Jesus!

- O que você pode aprender numa faculdade de engenharia civil? Com certeza as leis da física e as matemáticas e as ciências com as quais se constroem as coisas.

-O que você pode aprender com a verdade na Bíblia, sendo homem feito a imagem e semelhança de Deus? Com certeza ser um filho de Deus como Cristo é. Com certeza a integridade e as suas práticas de: justiça, amor, bondade, piedade, esperança, fé, honra, amor, o viver em família, o ser um homem, o ser uma mulher, ser um filho, ser um pai, ser uma mãe e este blog seria infinito nos textos sobre todas as coisas que podemos aprender.

A bíblia não é um livro comum, mas um livro de vida, eterno em valores e conceitos que jamais passarão!

"Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão." Marcos 13:31

Agora, existe uma Casa de Deus na qual iremos morar, pois a casa da qual me referi no texto é o nosso corpo como templo do Espírito Santo, aqui na terra. No céu teremos muitas surpresas! Nem todas as teologias nos levam a verdade sobre a eternidade. Mas a verdade de Jesus nos leva a eternidade!

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

BIG BROTHER BRASIL (Luiz Fernando Veríssimo)

BIG BROTHER BRASIL


(Luiz Fernando Veríssimo)

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço...A décima primeira (está indo longe!) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil,... encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

Dizem que em Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir, ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos, na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB é a realidade em busca do IBOPE...

Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB. Ele prometeu um “zoológico humano divertido” . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.

Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo.

Eu gostaria de perguntar, se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.

Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis?

São esses nossos exemplos de heróis?

Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros: profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor, quase sempre mal remunerados..

Heróis, são milhares de brasileiros que sequer têm um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir e conseguem sobreviver a isso, todo santo dia.

Heróis, são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.

Heróis, são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada, meses atrás pela própria Rede Globo.

O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral.

E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!

Veja o que está por de tra$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.

Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social: moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?

(Poderiam ser feitas mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores!)

Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.

Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ler a Bíblia, orar, meditar, passear com os filhos, ir ao cinema..., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... , telefonar para um amigo... , visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir.

Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construída nossa sociedade.

Um abismo chama outro abismo.

Bianca Toledo e irmãos da IBC louvando "O Homem da Galileia"

Bispo Hugo - Nascer do Espírito.mp3 - 4shared.com - online file sharing and storage - download

Bispo Hugo - Nascer do Espírito.mp3 - 4shared.com - online file sharing and storage - download

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Como lidar com a rejeição?

Este assunto é doloroso, pois até Jesus, sem motivos, foi rejeitado pelos seus. Imagine então as nossas condições e quais são as probabilidades de frequentarmos, de vez em quando, o paredão e descobrir depois, quem votou contra a nossa vida preciosa, e sairmos ilesos "Egocionalmente"?

Lembro de uma vivência minha na infância, na época em que a Internet não existia, que marcou bastante o meu "Ego". Uma menininha boba disse que não brincaria comigo e recitou aquele poema horrendo da bruxa filosofa Sra. Hkansfkjbweiyfg que diz: "Um é pouco. Dois é bom e três é de mais!" Foi um atropelamento na minha alma, pois eu era a quarta. Nunca seja o quarto em nada na vida. As medalhas recebidas no pódio são de ouro, prata e bronze! Mentiram para nós quando nos ensinaram que o importante é competir! O importante é vencer com ética nas áreas importantes da vida! Ser uma família amorosa e honesta. Ser um bom pai. Uma boa mãe. Uma boa pessoa. Um bom empreendedor e acima de tudo, um bom servo de Deus.

Descobri recentemente que nossos corações são mais fortes que os nossos Egos! Verdade! Nossos corações continuam batendo depois de uma cotovelada, mas nossos Egos ficam em frangalhos com um beliscão. Já dizia o pregador: Tudo é vaidade!

Somos seres altamente insufláveis em nossos Egos! Não conheço surtado que se imagine pouco vulto. Geralmente ele é um grande imperador, Pelé ou Jesus Cristo. O que vou contar agora é triste, mas cômico:

O Maradona, ex-jogador de futebol argentino, foi internado, algumas vezes, para tratamento de vícios, mas numa delas, infelizmente, em um tipo de hospício. Os pacientes diziam uns para os outros quem eles eram. Dava de tudo que era personagem do Olimpo dos famosos e todos acreditavam, mas quando chegou a vez dele, Maradona, de dizer quem era e ele disse, nenhum louco acreditou! Ele ficou abalado com aquilo, Pode? Ri bastante, mas sei que minha risada foi politicamente impossível de segurar. Estava assistindo ao filme da sua vida. Vale a pena ver!

Bom, a questão que estamos abordando é a rejeição. Mas quero demonstrar que o lugar em que mais saímos feridos em nossas almas, muitas vezes, é o no nosso Ego. Quais são as feridas do nosso Ego?
Penso que estão intrisecamentes enraizadas em nossa racionalidade sobre a vida. O que vamos pensar sobre nós e nossas capacidades e habilidades. Entendo que toda a nossa vida intelectual será afetada por essas feridas. A nossa auto-estima é uma coisa do nosso Ego. Uma pessoa com o Ego ferido pode transforma-se em um monstro, um trator, um grande empreendedor, dependendo do viés da vida que escolher ou um "nada" medíocre pisado por todos. Aquele marido sem voz ativa. Aquela mulher passiva. O funcionário subserviente que nunca é promovido. Aquela pessoa que começa projetos, mas não tem segurança para terminá-los e, etc. Conhecemos ou não, casos semelhantes e pessoas assim?

Agora, vou transcrever o texto de como Jesus ensinou a lidar com a rejeição:

"E em qualquer cidade ou aldeia em que entrardes, procurai saber quem nelas seja digno, e hospedai-vos aí até que vos retireis.
Ao entrardes numa casa, saudai-a.
Se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz, se não for digna, torne para vós a vossa paz.
Se ninguém vos receber, nem ouvir as vossas palavras, saindo daquela casa ou cidade, sacudi o pó dos vossos pés."  Mateus10:11-14

Gente, Jesus não era "bonzinho"! Ele era justo, firme, decidido, piedoso, misericordioso, mas no limite saudável para a psiquê, pois sua visão das coisas, era para o interior da verdade dentro dos homens. Jesus era focado na sua missão e nenhuma rejeição humana iria lhe impedir de chegar lá, na glória que antes ele tinha com o Pai! Enfrentou até a morte de cruz, mas ressuscitou em grande estilo. Nunca se perdeu em sua personalidade! Sempre soube e viveu como o Filho do Deus Vivo, mesmo que limitado no tempo e espaço. 

- Vamos sacudir o pó dos nossos Egos e partir para a vida, sem mendigar aceitação daqueles que não nos querem! Podemos viver sem o amor de pessoas que nos rejeitam!Creia nisto!Faça como Cristo!