sábado, 12 de novembro de 2011

Razões que paralizam

"O inércia de alguém pode ser a expressão da dor aguda de um erro consumidor".


Alma calada.
Coração sem sangue.
Olhos sem brilho.

Braços que já não abraçam.
Mãos que se encolhem.
Ouvidos surdos.

Passos incertos.
Joelhos que não se dobram.
Costas encurvadas.

Os ventos sopraram.
Os rios transbordaram.
As enchentes arrastaram.

O ferro feriu.
As vestes se rasgaram.
O óleo findou.

A lâmpada apagou.
A voz silenciou.
Foram-se os cânticos.

"O salário do pecado é a morte."

Então,

Tudo se fez novo.
As coisas velhas passaram.
Em Cristo houve perdão.

A graça superabundou.
A paz foi restaurada.
A alma regenerou.

O fim se tornou um recomeço.
A maldição converteu-se em benção.
A iniquidade foi expiada.

As feridas foram curadas.
Os caminhos aplainados.
O Espírito Santo derramado sobre toda carne.

"...vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos velhos sonharão, e vossos jovens terão visões...todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo; porque no monte Sião e em Jerusalém, estarão os que forem salvos, como o Senhor prometeu; e entre os sobreviventes, aqueles que o Senhor chamar. "
 Joel 2:28-32

Um comentário: