quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Máscaras - Legendado

Maria Madalena marcou a história de vida de Jesus, o Cristo. Saiba como!

Pensa em uma pessoa problemática, doente, oprimida, mulher, sem marido, pecadora e com sérios comprometimentos espirituais nas trevas. Pensou? Para piorar um pouco mais a situação dela, saiba, você, que ela viveu em uma época na qual se acreditava que a mulher era inferior ao homem e sub-humana. Pensou? Quais as chances reais desta infeliz, até certo tempo da sua vida, vir a ser uma pessoa, uma mulher, que marcaria a sua geração, entrando para a história de vida do Senhor Jesus, o Cristo? Dá para acreditar que alguém pôde marcar a vida de Jesus?

Maria Madalena foi esta mulher, acima descrita, que fez uma grande diferença no ministério e história de vida do Mestre!

Normalmente prega-se que Jesus marca nossas vidas, entra em nossas casas mudando nossas histórias de vida e é a pura verdade! "Eis que estou à porta e bato, se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele comigo ceará." Apocalipse

No entanto, o que quero ressaltar é que existe reciprocidade nesta "Ceia com Jesus". Assim como Jesus marcou e marca a vida dos seus discípulos, os seus discípulos também marcaram e marcam sua vida. Como assim?

Maria Madalena quando conheceu Jesus estava com a sua vida em frangalhos e o Mestre a curou de espíritos malignos, enfermidades e expulsou 7 demônios da sua história familiar. Jesus marcou a sua vida de tal forma que ela simplesmente deixou tudo para trás e se tornou sua discípula de aldeia em aldeia e cidade em cidade.

"E aconteceu, depois disto, que andava de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do Reino de Deus; e os doze iam com ele. E algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram 7 demônios; e Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana..."Lucas 8:1-3

Hoje, entendi que quem segue a Jesus Cristo e deixa tudo por amor à Ele, entra em sua vida e marca a sua história. - Estou apaixonada pelo meu Senhor e Salvador!

"Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um. Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tem amado a eles como me tens amado a mim." João 17 (Esta foi uma das últimas orações de Jesus por nós estando aqui na terra)

Maria Madalena entrou para a história de Jesus! Nós podemos entrar para a sua história também! Pense nessa verdade intrigante e maravilhosa! Seja um discípulo, uma discípula de Jesus e faça a diferença na eternidade da história de Deus com seu filhos. A nossa história é uma história de amor!

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Quem nós seríamos, sem os nossos fracassos?

Falando por mim, digo que seria insuportável, uma pessoa sem limites, sem noção e sem referencial de integridade. Fracassando, em várias ocasiões, já tive que enfrentar meu EGO e dizer ao moço que não éramos a última bolacha do pacote, imagine-me, você, sem as frustrações dos meus fracassos?

Pecar é diferente de fracassar! Pecar é quebrar princípios da palavra de Deus, desobedecer a verdade e ser injusto. Fracassar é viver uma situação que dá errado. É ver o seu projeto sem êxito. É não conseguir vencer algo ou não descobrir a solução. É acima de tudo receber um tremendo de um sonoro "não" da vida.

"Tudo pode dar certo, mesmo que já tenha dado muito errado!"

Acredito piamente nesta afirmativa minha, acima. Deus nos criou para vencer desafios naturais e espirituais. Agora, se tudo, que queremos conquistar, for como se diz: "de mão beijada", como aprender a perseverar? lutar? esperar? criar? crer? ter fé? respeitar a adversidade? descobrir coisas novas? Além disso, nunca fracassar faria do homem uma pessoa sem compaixão, sem misericórdia e sem noção de finitude e humildade.

Nossos fracassos olham nos nossos olhos e dizem verdades, sobre a gente mesmo, de uma forma que ninguém mais conseguiria fazer. Um fracasso, o que pode nos dizer? Ah!, tantas coisas! Mas, deixa eu te explicar o que ele, o fracasso, não tem o direito de te dizer: O fracasso não pode dizer para você desistir e parar de sonhar. Ele não pode dizer que você é um erro. 

"Nós não somos um erro cósmico vivendo como uma pena solta no ar"

Tudo tem um propósito em nossas vidas. Deus nos ensina na dor. Na dor recebemos um coração melhor. Quando fracassamos uma voz interior, que vem de Deus, nos diz: Levanta e segue por um outro caminho que te mostrarei. Fracassar nos faz mais sensíveis a voz do Espírito Santo. Fracassar nos faz desejar agradar à Deus. Fracassar nos faz querer seguir Jesus e obedecer seus ensinamentos. Fracassar nos mostra que precisamos desesperadamente de salvação, perdão e de um Senhor em nossas vidas. Fracassar nos faz ver que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus!Mateus 4:4

domingo, 16 de setembro de 2012

Se Deus é bom, quem fez o mal?

- Se Deus é bom, quem fez o mal?

Meu filho na idade de sete anos me fez esta pergunta. Olhei para aquela criança e pensei: Esta é a pergunta que a humanidade se faz desde sempre. Tantos homens de Deus, no passado, responderam à esta questão ou pensam que o fizeram, de forma digna e verdadeira, que achei difícil explicar o problema do mal para ele, tão pequeno ainda, mas com uma curiosidade filosófica imensa. Sem fugir respondi:

- Querido, Deus é Amor. Caso, Ele se ausente de um lugar o que sobra é justamente o oposto. O mal era apenas uma possibilidade, mas quando satanás se rebelou contra Deus e saiu da sua presença, então ele, satanás, personificou o mal. Deus, então, criou o inferno, um lugar no qual Ele não está, justamente para que todos os seres, anjos, que juntamente se rebelaram com satanás, possam ficar banidos eternamente do bem e da sua presença. " O mal é a ausência do bem!"

É claro que os demônios, assim eles são chamados na bíblia, ainda estão em uma permissão de andar na terra e assolar os homens, criar o mal na humanidade e na natureza. A história do mal no mundo é mais complexa, mas teve um começo espiritual e não natural.

O primeiro homem, Adão, ao desacreditar no "efeito morte", pois Deus havia dito que se ele comesse do fruto da árvore da ciência do bem e do mal a consequência seria a morte, desobedeceu ao seu Criador, quebrando princípios, leis espirituais e abriu a porta para satanás e seu exército de espíritos malignos entrarem, e hoje, o mundo jaz no maligno. O Homem morreu! Passou a morrer!

Porém, Deus em sua eterna misericórdia criou de antemão a solução, chamada de salvação. Em João 3:16 diz: " Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu único filho, Jesus, para que todo aquele nele crer não pereça, mas receba a vida eterna." 

Existe a morte eterna! Morrer não é deixar de existir, mas existir sem Deus e existir sem Deus, só pode ser no inferno. Agora, Deus não criou o inferno para os homens, mas sim para satanás e seus demônios. Quando uma pessoa opta por viver aqui neste mundo sem Jesus, como seu Senhor e Salvador, ela terá seu desejo atendido, também, depois de morrer. Deus respeita nossas escolhas e não infringe a sua Graça. A salvação do homem é pela sua Graça, pela fé em Jesus.

A salvação é pela Graça de Deus, mas isso não quer dizer que seja permissivamente. Jesus Cristo pregou as Boas Novas da salvação através do arrependimento. Nós precisamos nos arrepender das nossas iniquidades, pecados e irmos à ELe, O Nosso Salvador, para sermos perdoados. Você precisa do perdão de Deus! Nós precisamos!

" Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim. " João 14 




quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Thalles Roberto e Gabriela Rocha - DVD - Nada Além de Ti - Vídeo Oficial HD

Vai comer feijão com arroz!

"O trem que foi e voltou, muitas vezes, agora descansa fazendo-se lembrar."

Quando vi este trem pensei: qual é a história dele? quem foi seu maquinista? quando foi sua última viagem? o que ele transportava? A sua aparência enferrujada, velha e desgastada dava um charme na paisagem, incrível! Fiquei apaixonada por aquele momento e registrei nesta foto. É muito importante lembrar das histórias antigas e vividas para poder contá-las, por exemplo, aos nossos filhos e netos. Não estou aqui incentivando passar para frente coisas ruins, mas sim o contar a sua história de vida, o que foi que aconteceu, quando e o como aconteceu. Também estou provocando a tua curiosidade sobre o passado da tua família. 

Quando eu era criança sentava aos pés da minha avó e praticamente com minhas perguntas incheridas obrigava-a a contar coisas da sua vida. Um dia descobri que ela, dona Esther, minha vovó, aprontou um escândalo quando era jovenzinha. O babado foi o seguinte: Seu irmão era sapateiro e estava remunerando mal seus funcionários. Estamos falando do século passado por volta de 1925, entende? Ela era adolescente e deu o seguinte conselho, aos trabalhadores: Parem de trabalhar até que meu irmão aumente o salário de vocês. O pior é que deu certo! 

O que você não sabe sobre as pessoas importantes da tua vida? O que você não sabe da vida de seus pais?  O que você não sabe das riquezas das histórias passadas e que estão dentro da tua família? Você não precisa ir só ao museu para conhecer histórias do passado. Seja um investigador do "trem" que, às vezes, descansa ao seu lado e que nem está enferrujado, mas apenas com mais experiência de vida que você. Como dizia minha avó: Vai comer feijão com arroz para poder crescer, menina!

terça-feira, 11 de setembro de 2012

O coração enche a boca!

Entendo que ser dolosamente escolhido para ser tratado como um ser invisível é uma forma de punição. Quem está no papel de punidor sente-se muito bem com esse pseudo-controle sobre a vida, supostamente, punida. Como cristã tenho refletido sobre o assunto, pois tenho visto este tipo de coisa carnal acontecer entre pessoas que são "espirituais", na Igreja e nas equipes de cooperadores do evangelho. Não acredito que Jesus agiu assim dentro da sua equipe. Na verdade, até mesmo com o traidor, Judas, ele foi amável até ao fim. Mas Jesus é um nível de estatura do varão perfeito. 

Ainda estamos longe de amar ao próximo como a nós mesmos. Aprendi que não devemos fazer com ninguém o que não queremos que façam com a gente. Realmente a medida que julgarmos, seremos julgados. Deus não julga ninguém antes do tempo, só nós é que agimos assim com tamanha covardia emocional. Eu me arrependo disso! 

Hoje, estou aprendendo que as pessoas fazem o que fazem por serem quem são. Nosso coração enche a nossa boca! Eu sou apenas responsável por mim. As atitudes agressivas alheias pertencem aos seus donos. Quem erra, erra sozinho! O importante é entender o que Jesus disse quando falou que não seria mais "olho por olho e dente por dente". 

Misericórdia, Senhor!  


sábado, 8 de setembro de 2012

Descaso com os torcedores, ontem 07/09/2102 no Morumbi. Um Guichê para 8 mil!

Nosso coração enche a nossa boca!

Estava no trilho do trem, bem tranquila. Trens não passam mais por lá, pelo menos era o que eu estava e continuo pensando. "Bem vindo ao parque do Aconcágua!"

Fazia um frio de congelar neurônios, mas estava animada em estar ali, um lugar incrivelmente lindo! Viajar por entre as Cordilheiras dos Andes é testemunhar a criação de Deus. Nosso guia era, de fato, o taxista que havíamos contratado. Ele nos disse que nunca tinha visto tão pouca neve como nesta temporada que estava findando. Eles estavam sem chuva! Algumas estações de esqui nem chegaram a abrir. Fiquei pensando como deveria ser aquele lugar no auge da sua força natural. 

Sem chuva, sem neve. Sem neve, sem movimento, sem vida alegre, sem trabalho! 
"Ele dá a chuva sobre a terra e envia água sobre os campos" Livro de Jó5:10

Dependemos de Deus em nosso universo. Os homens destroem a harmonia da natureza na terra e todos sofremos com isso. Refletindo nesta minha experiência de turista entendi que precisamos viver em harmonia de alma, corpo e espírito. Esta é a nossa natureza humana! O nosso universo do Ser! Meu Ser precisa de chuva!
Quando deixo minha alma encher minha boca com coisas ruins que quebram os princípios divinos e que fazem meu corpo beber desta fonte amarga, retenho a chuva de bençãos sobre a minha vida. Sem o favor de Deus não há alegria de viver! 

"E não dizem no seu coração: temamos agora ao Senhor nosso Deus, que dá a chuva, a temporã e a serôdia, ao seu tempo; e nos conserva as semanas determinadas da sega.
As vossas iniquidades desviam estas coisas, e os vossos pecados apartam de vós o bem."
 livro de Jeremias 5

Quando estamos sofrendo injustamente, o que é mais raro, tudo tem outro significado, mas quando desobedecemos os princípios de Deus, nós é que estamos sendo injustos. Toda injustiça é pecado e isso nos afasta do bem. 

Um lugar lindo pode ficar feio, com o tempo, se for agredido. Nós podemos ficar feios de vida se formos agredidos pelas nossas injustiças. Precisamos recuperar o Temor ao Senhor. Só desta forma receberemos a chuva que faz com que tenhamos uma alma como um jardim regado.

"E o Senhor te guiará continuamente, e fartará tua alma em lugares áridos, e fortificará os teus ossos; e serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca faltam."
Livro de Isaías 58

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Me senti muito, muito pequeno! Neil Armstrog

Tem quem duvide das pegadas de Neil Armstrong na lua. Sua frase mais famosa "É um pequeno passo para um homem, um grande salto para a humanidade", ao pisar na lua em 20de julho de 1969, é sem dúvida maravilhosa pela dimensão que sempre poderá alcançar. É atemporal! No entanto, prefiro esta declaração dele: "De repente eu notei que aquela pequena e bela ervilha azul era a terra. Eu levantei meu dedão e fechei um olho, e meu dedão cobriu totalmente a terra. Eu não me senti um gigante. Me senti muito, muito pequeno."

- Pisar na lua foi mais fácil e seguro do que pousar na lua! Essa foi uma das declarações do Sr. Neil que faleceu em 25 de agosto de 2012. Viveu os seus 82 anos, sendo que 43 deles, como àquele astronauta que pisou na lua. Quem pode hoje pisar na lua, a lua dos eternos namorados e apaixonados? 

Refletindo neste grande feito da humanidade, pousar na lua, meditei no sentimento de pequenez do Armstrong. Ele poderia sentir tudo que fosse possível para um coração humano, mas sentiu-se pequeno. A "ervilha azul, Terra", suspensa em suas próprias leis da física, maravilhou-o. Quem teria criado tudo aquilo tão perfeito? Tem quem acredite que tudo que existe nos universos possíveis vieram a existir sem inteligência, sem razão, sem criação, mas de uma forma evolutiva, sem explicação inteligente, em uma combinação de acasos, sorte e meio mágico.

O fato de Neil se ver pequeno diante da grandeza do universo é coerente! O ser humano é capaz de realizar grandes coisas, mas jamais deve concordar dentro de si mesmo em oculto, com uma arrogância de ser um criador. O homem por questão de natureza, criatura de Deus, é um pequeno criador. Somos a imagem e semelhança de Deus. Isso é maravilhoso! 

Ao nos sentirmos pequenos buscamos pelas grandezas da vida. A maior grandeza é Deus! Deus é Grande! Deus é eterno em si mesmo! 

"Vi outro anjo voando pelo meio do céu, tendo um evangelho eterno para pregar aos que se assentam sobre a terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo,
dizendo, em grande voz: Temei a Deus e dai-lhe glória, pois é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas." Apocalipse 14:6-7

Neil Armstrong, agora, vê tudo em verdade em uma outra dimensão e todas as suas dúvidas foram dirimidas na presença do Altíssimo. Morrer não é deixar de existir!