terça-feira, 26 de março de 2013

Violetas não são como as Orquídeas!

Aprendi com uma pegadinha que as violetas não gostam de receber o sol direto e nem de muita água ou que remexam na sua terra para retirarem ervas daninhas ou coisas assim, mas que são simples em suas necessidades de vida. Mas quem explicou a história, como uma metáfora para a minha vida, foi um profissional que, depois, mais tarde, me fez uma pergunta esperta, mas antes, descreveu um enorme cuidado com as violetas; o que me pareceu o tipo de trabalho que jamais faria, pois só de ouvir, cansei...da plantinha.

Bem, a pergunta que ouvi foi: Depois de todo esse cuidado com as violetas como você acha que ficaria este jardim? Eu respondi...lindo! Ele categoricamente respondeu: Morto!

Eu ri...caí na pegadinha, pois ele explicou que as violetas se receberem esse cuidado, inadequado, para elas, simplesmente morrem.

A reflexão com a qual voltei para minha casa foi sobre o "como" estaria cuidando da minha vida, família, amigos, Igreja e etc? Ninguém é igual em nada em seu universo de alma à alguém, mas semelhante, apenas. Nós somos semelhantes, mas nunca iguais. Precisamos cuidar diferenciadamente de tudo e de todos.

Violetas não são Orquídeas! Você não é eu! O outro não te pertence! Somos iguais em nossas semelhanças, anseios e desejos, mas diferentes, únicos em nossas existências e experiências de vida. Tudo percebemos de acordo com nossas histórias e sentidos. A verdade é absoluta, mas a percebemos de forma relativa!

Deus nos fez um por um com nosso DNA único! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário