sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Não se abandone!

Na hora que você sobe na balança para ver quanto está pesando é que a verdade de tudo que se comeu aparece em KG! Mas a vida é ansiosa mesmo. A gente come sem fome e com fome mais ainda. De repente, nada fecha. Nada entra. Tudo aperta! Nessa hora vem aquele pensamento: Agora, vou liberar geral...não adianta mais esse negócio de reeducação alimentar. 

Não se abandone!

Percebi que sempre teremos perto da gente quem nos diga que sonhar, desejar e realizar é bobagem. A maioria dos desanimadores oficiais de plantão usam seus exemplos frustrantes para nos passar suas mensagens negativas. Eles têm uma filosofia, covarde: "Vamos estragar antes que estrague!"

Não permita que a tua fé seja contaminada pelas dores alheias. Tem gente que é especialista em traduzir suas frustrações em conselhos que incentivam a dúvida e o medo. Desconfie de quem de todos desconfia. 

Não faça escolhas em cima das experiências alheias, mas sim na ótica e perspectiva da palavra de Deus. Ele não falha. Não mente. Não é relativo. Ele é paciente, é benigno, não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal, não se alegra com injustiça, mas regojiza-se com a verdade, tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta. (1Coríntios 13)

Não se abandone em braços amigos que minam a fé, criam incertezas e que falam coisas que são como picadas venenosas. 

Ao subir na balança e descobrir o quanto está pesando certifique-se de quem está junto de você seja um especialista em fé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário