terça-feira, 28 de outubro de 2014

Será que dividiram o Brasil em ódios?

Nestas eleições 2014 que terminaram vimos estarrecidos que os brasileiros se dividiram incitados por ódios políticos. Conseguiram desfocar os eleitores na missão de votar. O povo se ocupou em brigar e esqueceu de examinar de forma racional e crítica as qualificações dos candidatos.

Acredito que houve uma armação política maquiavélica para desestabilizar emocionalmente os eleitores. Simplesmente nós paramos de pensar e passamos a só "sentir" as eleições. Da paixão pelo futebol migramos, ainda que temporariamente, para a política.

Conseguiram fazer com que os valentes brasileiros, outrora unidos em um clamor contra a corrupção, que foram as ruas marchar exigindo mudanças, se dividissem. O norte e o nordeste recebeu o desprezo do sul e do sudeste. Nunca tinha visto isso antes!

Será que, depois desse muro, imaginário, construído em nosso mapa, o povo ainda terá força de ir para as ruas e exigir do atual governo que as coisas aconteçam? Será que os 51% dos cidadãos brasileiros que votaram na continuidade do PT se unirá aos 49% que disseram não? Será que a força da unidade em protestar como povo foi minada?

O "Gigante" será que entrou em coma induzido? Teremos vergonha de, se precisar, voltar para as ruas em todo o Brasil e juntos marcharmos pela justiça?





Nenhum comentário:

Postar um comentário