sábado, 21 de fevereiro de 2015

Onde iremos viver depois de morrer?

Cada escolha um destino. Cada porta uma saída. Decida-se!

Quando se é jovem parece que perceber a vida com finitude é uma coisa que não tem lugar na cabeça. Realmente a juventude é uma fase da vida muito mágica, mas as exceções existem. Muitos estão em sofrimento neste exato momento, agora.

Refletir sobre a brevidade da vida começa em qual idade?

Sempre chega a hora em que bate o sino, o recreio da juventude acaba e temos que entrar na vida para valer. Uns passarão o tempo todo acuados pela existência. Outros viverão como se não houvesse amanhã. Muitos escolherão a verdade através da razão, apenas. Alguns tratarão de viver da melhor forma possível, dentro da decência, buscando tornar o mundo um lugar melhor. No entanto, existirão sempre aqueles que movidos pelo desejo de continuidade, com fome e sede de justiça, buscarão encontrar Deus, sentido de vida e o amor verdadeiro. Esses passarão por tudo que todos passam, mas encontrarão na fé o caminho para a eternidade. 

Deus não é quem eu penso, mas é quem ele é. Ninguém pode aprisionar o Eterno dentro de definições contingentes. Deus não é uma construção da minha experiência de vida. Deus é além de tudo que possamos imaginar. Não existem palavras que compreendam Deus em sua excelência.

Jesus, o Cristo, veio ao mundo para que todo aquele nele crer não pereça, mas receba a vida eterna. Jesus é a exata expressão de Deus Pai! Só ele nos revelou quem Deus é através de si mesmo e ainda sim levaremos a eternidade toda descobrindo seu Ser.

Posso falar por mim, respondendo a pergunta acima: Desde de muito cedo, criancinha, percebi que a vida era pequena sem Deus. Não vale a pena existir se não for por Ele, para Ele e por meio DEle!

"Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos...também somos sua geração." Atos17:28

Deus existe!