domingo, 22 de março de 2015

Falando com as montanhas

Receber o favor de Deus não é comércio. 

Todos podemos usufruir da graça de Deus. Todos podemos receber suas bênçãos. Não há do que se envergonhar por alcançar favores do Todo Poderoso. O que não pode ser é entender essa relação como um comércio.

Acredito que é difícil e para falar a verdade, não sei se é possível, falar com Deus sem pedir alguma coisa. Toda vez que estou orando me vejo falando das minhas necessidades. As orações são fúteis, em sua maioria. No entanto, creio que podemos aprender a amar a Deus por ser ele quem é. Deus é amor!

Descobrir que a fé não é como um dinheiro espiritual com o qual se compra, sem pagar, as coisas que se quer de Deus é um momento único na vida cristã. Parece aquele dia em que você entende que papai Noel não existe. A verdade liberta a gente dos enganos da vida.

Importante é entender que Deus é abençoador daqueles que o buscam. Em tudo que precisamos Deus é poderoso para fazer infinitamente mais além do que pensamos, mas não podemos ser sem noção de fé. Toda definição de fé na bíblia tem contexto. A fé remove montanhas, mas vá até elas, diga isso e veja o que acontece. Falar com as montanhas é declarar as promessas de Deus nas circunstâncias da vida. Eu posso dizer a "montanha" da pobreza que Deus ergue do monturo o necessitado, pois assim está escrito. Entende?

A fé é uma linguagem de obediência à Deus e a oração é quando focamos em entender a sua vontade, boa, perfeita e agradável, para que ela seja feita, assim na terra como no céu. A fé precisa nos levar para dentro da experiência na qual a palavra de Deus e suas promessas se cumprem em nós. Fé é para recebermos o que Deus preparou para nos dar e não para convencer Deus a fazer por nós o que queremos. A gente não sabe o que precisa, embora saiba o que quer. A fé é uma força espiritual que nos leva ao centro da vontade Divina. 










quarta-feira, 4 de março de 2015

Prefiro morrer de vodka do que de tédio!

"Melhor morrer de vodka do que de tédio"

A frase de efeito acima é do poeta russo Vladimir Maiakóvski que cometeu suicídio e não de vodka. Ela expressa uma filosofia niilista. "A vida é nada" Qual o alcance desta insanidade? Aqui no Brasil ela fez mais uma vítima fatal. Humberto Moura Fonseca. Ele bebeu até morrer em uma festa estúpida promovida por estúpidos estudantes da Unesp.

Será que o jovem pode deixar para morrer quando se tornar idoso? Será que o jovem pode morrer depois de construir uma história de vida? Será que o jovem pode morrer depois de ter vivido um propósito?

-Será que só existe para os jovens universitários duas opções, vodka ou o tédio?

Fiquei triste, muito triste de ver que mais um jovem foi embora desta vida por estupidez e insanidade. Vale a pena dar PT? PT neste contexto não é o partido maligno dos trabalhadores da presidente Dilma, mas significa "perda total", ficar fora de si de tanta bebida alcoólica. Ir às festas dos universitários e dar PT é ser descolado, na cabecinha pequena deles.

A vida é muito curta para ser pequena!(Benjamim Disraeli)

O tédio toma conta do coração, da alma de quem se entrega a vaidade e adota o hedonismo como a essência do seu existir. A vida deve ser com propósito. A vida deve ser com importância.

"Ser importante não é sinônimo de ser rico ou famoso. A maioria das pessoas importantes ainda não se perceberam desta forma. Muitos poderosos, ricos e famosos por serem admirados, conhecidos, temidos e privilegiados sentem-se importantes, mas de fato não o são, pois vivem apenas para si mesmos. O que é ser importante? Ser importante é quando você se relaciona na vida de tal forma que atende as necessidades do seu próximo. Você só é importante quando coopera com a sua comunidade para que ela seja um lugar melhor no mundo. Se você não fizer falta nos corações não será recordado e morrerá por ser desimportante. Ser importante é se importar com o próximo e consigo mesmo. Importar é colocar para dentro do coração as pessoas que cruzam com você na jornada da vida. Seja importante!"

A morte chega cedo para quem vive sem propósito!