segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Prefira ser íntegro do que feliz no pecado!

Se você já leu a parábola do filho pródigo na Bíblia conseguiu entender que a decisão dele em partir para uma terra distante e gastar toda a sua parte da herança em uma vida dissoluta foi a pior escolha da sua história. Existem decisões que nos trazem uma felicidade do mal. Quais?

A felicidade sem integridade atrai a ruína em um futuro que sempre chega.

O Filho pródigo com certeza ficou remoendo sobre a sua decisão, antes de partir, em sair da cobertura da casa de seu pai. Ele sentia sede de viver além das suas fronteiras e apostou todas as fichas nessa aventura.

A história na Bíblia mostra que o moço torrou toda a grana com prostitutas, amigos e que no fim se viu sem ninguém, infeliz e pedinte chegando mesmo a comer lavagem de porcos. Ainda bem que este não foi o seu fim, pois ele conseguiu lembrar da sua casa e em como eram tratados os servos, empregados de seu pai, com muita dignidade, coisa esta que ele já não tinha mais. Esse moço pensou em um caminho de volta para o pai e assim o fez.

Como ele foi recebido?

O pai o viu de longe ainda chegando e preparou uma festa, roupas novas e depois o abraçou feliz dizendo: Este meu filho estava morto e reviveu!

As decisões que nos levam para uma felicidade do mal são aquelas nas quais saímos da presença de Deus para podermos conquistar o que queremos.

O Filho Pródigo quis ser feliz em terras distantes longe da influência do seu pai. Sabe quem é o pai?

Deus é o nosso Pai!

A nossa felicidade não pode nos custar a própria vida. O que adianta o homem ganhar o mundo inteiro e depois disso perder a sua alma?

Quem está atualmente em uma terra distante precisa saber que é possível arrepender e fazer as pazes com Deus por meio de Jesus, nosso Salvador. Agora, como a pessoa saberá dessa boa nova? Precisamos pregar o evangelho do reino!



Nenhum comentário:

Postar um comentário